Torcida do Bahia ignora o aviso dos botafoguenses e comemora a chegada do Cuesta

O Bahia deu um passo importante na composição de seu elenco para a temporada de 2024 ao oficializar no início a contratação do experiente zagueiro argentino Victor Cuesta, de 35 anos. A chegada do defensor ao clube tricolor foi confirmada no início do ano, consolidando-se como uma das movimentações mais aguardadas pelos torcedores.

Para saber mais detalhes acompanhe as informações a seguir no Portal do Botafoguense.

Bahia oficializa contratação do zagueiro Victor Cuesta: “El Patrón” é o novo reforço Tricolor

Cuesta, que em 2022 estava fora dos planos do Botafogo, agora firma contrato em definitivo com o Bahia, com vínculo válido até o final de 2024 e a opção de renovação por mais uma temporada, demonstrando assim o compromisso mútuo entre o jogador e a equipe baiana.

A contratação de Cuesta despertou reações diversas nas redes sociais, com destaque para o perfil @tricolordaco, que expressou surpresa com a decisão do Botafogo: 

“O Botafogo deu Cuesta de graça (!!!) pro Bahia kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk obrigado botafogo”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O zagueiro argentino é um antigo alvo do Bahia, como evidenciado pela tentativa de compra no ano anterior, quando Cuesta ainda estava emprestado ao Botafogo pelo Internacional. 

Após uma trajetória consolidada no Internacional, onde disputou cinco temporadas e acumulou 270 jogos, Cuesta chegou ao Botafogo em 2022 e conquistou rapidamente a titularidade, sendo aclamado pela torcida como “El Patrón”, apelido que acompanhou sua trajetória desde os tempos no Internacional.

Em 2023, mesmo após realizar 62 jogos, a performance de Cuesta não atendeu às expectativas, levando à decisão de não incluí-lo nos planos do Botafogo para a temporada seguinte. No total, o zagueiro acumulou 91 partidas e oito gols pelo clube carioca.

Victor Cuesta iniciou sua carreira no Arsenal de Sarandí, na Argentina, e também passou por Huracán e Independiente antes de desembarcar no Brasil em 2017 para defender as cores do Internacional, onde consolidou sua reputação como um dos principais defensores do país.