Atlético-MG conseguiu contratar técnico primeiro que o Botafogo

Após a saída de Luiz Felipe Scolari do comando técnico do Atlético-MG, o clube alvinegro tem mirado o argentino Gabriel Milito como seu principal alvo para ocupar o cargo. As negociações entre as partes já estão em andamento, segundo informações apuradas pela Itatiaia nesta quinta-feira (21).

Para saber mais detalhes acompanhe as informações a seguir no Portal do Botafoguense.

Atlético-MG avança em negociações com Gabriel Milito para substituir Luiz Felipe Scolari

Com 43 anos, Milito está atualmente sem clube desde que deixou o Argentinos Juniors, optando por um período de descanso. Apesar de receber propostas recentes do Universidad Católica, do Chile, e do Belgrano, da Argentina, o técnico recusou ambas, buscando um projeto esportivo que o atraia.

Conforme o jornalista Vicente Muglia, biógrafo do treinador, o Atlético-MG terá que seduzir Milito com seu projeto esportivo, já que ele enfatiza que a questão financeira fica em segundo plano. O renomado técnico argentino parece ter aceitado a oferta do Galo, conforme apurado pelo jornalista @jorgenicola. 

O contrato em discussão será de dois anos, e espera-se que o anúncio oficial ocorra ainda nesta sexta-feira (22). A previsão é de que Milito chegue a Belo Horizonte na próxima segunda-feira(25) para iniciar sua trajetória no clube.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Sobre Gabriel Milito

Gabriel Milito, uma figura proeminente no mundo do futebol, deixou sua marca tanto como jogador quanto como zagueiro de renome. Sua trajetória começou em 1998, no Independiente-ARG, onde se destacou até 2003. 

Em 2004, deu o salto para o Real Zaragoza-ESP, e em 2007, alcançou o ápice ao ingressar no Barcelona-ESP. Depois de brilhar no cenário europeu, em 2011, Milito optou por retornar ao Independiente, clube onde encerrou sua carreira em 2012.

Além de sua atuação nos clubes, o Marechal, como é conhecido, também deixou sua marca na Seleção Argentina, defendendo-a de 2000 a 2011. Sua participação na Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, é um ponto alto em sua carreira internacional. 

Não menos importante é o fato de Gabriel ser irmão de Diego Milito, um exímio atacante que brilhou em clubes como Inter de Milão-ITA e Racing-ARG, além de ter representado a seleção nacional.