Vasco tem mesmo dinheiro para contratar o volante Allan?

Desde o início do ano, o Botafogo de John Textor fez um acordo com Allan por meio de um pré-contrato. O clube até tentou a liberação mais cedo do volante mas sem sucesso, por isso, o mesmo só chega em julho ao clube.

Allan em entrevistas recentes entregou a contratação antes mesmo do anúncio. Os sauditas queriam que o jogador ficasse no país mas o mesmo disse que já havia assinado com o Botafogo e por conta disso, não permaneceria.

Mesmo assim, o Vasco enxerga a possibilidade de contar com o volante, que foi pedido de Phillipe Coutinho, meia que pode retornar ao clube. Coutinho quer um time competitivo para jogar e por isso, pediu a chegada do jogador, seu amigo pessoal.

Vasco terá de pagar caro

A torcida vascaína, sabendo do pedido de Coutinho e do interesse do Vasco no jogador foi as redes para falar sobre a possível contratação. Segundo eles, um pré-contrato não pode segurar o jogador de acordos com outros clubes.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Seria necessário segundo o perfil “Espaço Glorioso” somente o pagamento de uma taxa de quebra de contrato fixada em 20 milhões de Euros, valor que nem os árabes quiseram pagar. Por conta disso, a chance de Allan não vir ao Botafogo e fechar com o Vasco é praticamente nula.

Esse valor é uma multa que serve para proteger principalmente sobre interesses como esse do Vasco, que dariam ao atleta mais uma chance de escolher, mesmo após já firmar acordo com outro clube. Vale lembrar que servem apenas para pré-contratos.