Dirigente não aguentou provocação e o pau quebrou após vitória do Botafogo no clássico

Na noite desta terça-feira (11), um episódio tumultuado envolvendo dirigentes de Botafogo e Fluminense chamou a atenção após a vitória alvinegra por 1 a 0 no estádio Nilton Santos, em partida válida pelo Brasileirão

A confusão teve início logo após o apito final, quando provocações de ambas as partes culminaram em um bate-boca na saída dos camarotes do estádio. Para saber mais detalhes acompanhe as informações a seguir no Portal do Botafoguense.

Confusão entre dirigentes de Botafogo e Fluminense marca noite de Vitória alvinegra no Nilton Santos

Tudo começou quando um torcedor do Botafogo, ao avistar a comitiva do Fluminense, que incluía o presidente Mário Bittencourt, deixou um dos camarotes e gritou “freguês, volte sempre”, fazendo referência às cinco vitórias consecutivas do Botafogo sobre o rival tricolor. A provocação não foi bem recebida pelos tricolores.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Conforme relatos de testemunhas alvinegras, os dirigentes do Fluminense não gostaram da atitude, enquanto os tricolores alegam que torcedores e dirigentes do Botafogo fizeram gestos obscenos, intensificando a discussão.

A confusão se prolongou até o trajeto para o elevador, momento que foi registrado em um vídeo do Canal do TF. Nas imagens, Lucas Sodré, coordenador de licenciamento e material esportivo do Fluminense, é visto fazendo um gesto de levantar um troféu, provocando o Botafogo. Em seguida, Alexandre Costa, diretor de estádios do Botafogo, aparece correndo em direção à comitiva tricolor, gesticulando e gritando com Mário Bittencourt.

Apesar do clima tenso, os seguranças do estádio conseguiram controlar a situação e impedir que houvesse agressões físicas. O episódio, no entanto, ressalta a rivalidade acirrada entre os dois clubes cariocas e promete ser um tema de discussão nos próximos dias.