Clube da Arábia fez proposta milionária por jogador do Botafogo e Textor já tomou a decisão final

Um clube da Arábia Saudita ofereceu entre € 400 mil (R$ 2,3 milhões) e € 500 mil (R$ 2,9 milhões) ao Botafogo para quebrar o pré-contrato do volante Allan, segundo informou o jornalista Octávio Bocão em live no canal “Resenha Alvinegra” nesta terça-feira (25). 

No entanto, John Textor, dono da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Botafogo, rechaçou a proposta. Para saber mais detalhes acompanhe as informações a seguir no Portal do Botafoguense.

Proposta saudita rejeitada: John Textor mantém Allan no Botafogo

De acordo com Bocão, a proposta saudita foi feita antes dos rumores que surgiram, veiculados por setoristas ligados ao Vasco, de que o clube cruz-maltino estava tentando convencer Allan a romper o pré-contrato assinado com o Botafogo. Esses rumores, no entanto, nunca foram considerados pelo jogador.

Nesta terça-feira(25), John Textor se pronunciou pela primeira vez sobre as especulações envolvendo Allan. Em declaração enfática, Textor afirmou que Allan “não irá a lugar nenhum” e que os rumores são completamente falsos. Textor assegurou que o volante será jogador do Glorioso a partir de 1º de julho, conforme o pré-contrato já estabelecido.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A rejeição da proposta saudita demonstra a determinação do Botafogo em manter Allan no elenco, apesar do interesse internacional e das tentativas de desestabilização por parte de outros clubes. A decisão de Textor reflete o compromisso da diretoria em fortalecer o time e garantir a chegada de jogadores de qualidade.

Com isso, a torcida alvinegra pode esperar ansiosamente pela estreia de Allan, confiantes de que o Botafogo está no caminho certo para construir uma equipe competitiva e ambiciosa. A firme posição de Textor reforça a confiança na gestão do clube e a expectativa de um futuro promissor para o Glorioso.